Os Simpósios Temáticos (ST) oferecem espaço de apresentação e discussão de pesquisas em andamento ou concluídas, com o objetivo de reunir pesquisadores(as) interessados(as) em temas e abordagens transversais e abrangentes, proporcionando diálogos interdisciplinares.
As propostas podem possuir até 3 coordenadores(as), com ao menos um(a) doutor(a) e com os(as) demais com a titulação mínima de mestre(a), preferencialmente de instituições diferentes.
AS PROPOSTAS DEVERÃO CONTER:
- Título
- Nomes dos(as) coordenadores(as) e vínculo institucional
- Resumo (até 200 palavras, contendo breve apresentação do tema, justificativa, objetivos e perfil esperado das participações)
- Palavras-chave (no máximo 5)
Serão aceitas propostas que contribuam ao objetivo de estimular a inter-relação entre campos disciplinares, a circulação de diferentes ideias e o reforço da perspectiva interdisciplinar, propiciando trocas entre pesquisadores(as) com distintas visões e de variadas localidades. As propostas serão analisadas pela Comissão Organizadora e pelo Comitê Científico Local e uma lista com os Simpósios aprovados será divulgada, para abertura de inscrições ao conjunto de participantes do Fórum. A avaliação das propostas de Comunicação em cada ST será realizada pelos(as) coordenadores(as), de acordo com diretrizes encaminhadas pela Comissão Organizadora. O gerenciamento das atividades do ST, durante o evento, incluindo a distribuição das comunicações, estará sob responsabilidade dos(as) coordenadores(as), com a participação de um(a) monitor(a) escolhido(a) pela Comissão Organizadora para possíveis auxílios e controle de frequência. As propostas deverão ser encaminhadas para o e-mail
fipi.ppgsed@gmail.com

Simpósios Aprovados

ST 01 - Áreas verdes urbanas, espaços públicos e planejamento urbano: umaperspectiva interdisciplinar
Marcos Clair Bovo (Unespar/PPGSeD)
Carlos Roberto Loboda (UFU)
As áreas verdes urbanas são consideradas elementos estruturadores do espaço urbano e emfunção de seus atributos, se justificam pelo seu potencial em proporcionar qualidadeambiental à população citadina. Essas áreas influenciam diretamente na qualidade de vida pormeio das funções ecológicas-ambientais, estética, paisagística, climática, psicológica erecreativa que elas exercem, contribuindo para a amenização das consequências negativas daurbanização. Dentre as áreas verdes estão as praças, os parques e jardins públicos quepossuem relevância no que tange ao reforço do ideário de qualidade de vida e ambientalurbana. Tais áreas possuem uma relação direta com os espaços públicos e as áreas livres emnossas cidades, contribuindo para uma relação de equilíbrio com os espaços construídos,aspectos que devem ser levados em consideração por meio do planejamento e ordenamento daexpansão urbana. Diante disso, o simpósio temático objetiva proporcionar reflexões teóricas emetodológicas e práticas, sobre as áreas verdes, espaços públicos e planejamento urbano,envolvendo pesquisadores e profissionais de diferentes áreas do conhecimento.Palavras-chave: Espaço público; Planejamento; Áreas verdes; Políticas Públicas;Interdisciplinaridade.
Palavras-chave: Espaço público; Planejamento; Áreas verdes; Políticas Públicas; Interdisciplinaridade.
ST 02 - Gênero e sexualidades: interseccionalidades entre História, Literatura e outras artes
Rosemeri Moreira (Unicentro)
Sandro Adriano da Silva (Unespar)
Wilma dos Santos Coqueiro (Unespar/PPGSeD)
Este simpósio tem como proposta a apresentação e discussão de pesquisas que se voltem à categoria de análise Gênero e Sexualidades, aplicadas ao campo da História, Literatura e demais manifestações artísticas. Tendo em vista que essas discussões são inerentes às representações sociais e simbólicas inseridas tanto nos movimentos históricos quanto nas diferentes obras artísticas, elas são fundamentais no enfrentamento a discursos misóginos que têm sido difundidos de forma aterradora na contemporaneidade, sobretudo nas mídias sociais. Assim, esse Simpósio Temático pretende-se configurar como um espaço de resistência a representações hegemônicas e conservadoras acerca das categorias de gênero e sexualidades, contribuindo para discussões que problematizem esses conceitos na contemporaneidade. Desse modo, são bem vindas pesquisas que se ocupem dos cruzamentos interdisciplinares, interlocuções, problemas, convergências, afinidades e distanciamentos entre História, Literatura e demais Artes; discussões relativas à História das Mulheres e das relações de gênero e sexualidades; discursos e/ou representações sobre feminilidades/masculinidades; identidades de gênero; subjetividades e escrita literária; representações de sexualidades não hegemônicas nos discursos históricos e literários; protagonismo feminino na História e nas Artes, entre outras discussões que problematizem as relações de gênero.
Palavras-chave: Gênero; Sexualidades; Literatura; Arte; História.
ST 03 - Gênero e literatura: olhares e conexões
Ivaldinete de Araújo Delmiro Gémes (UVA/UFRN)
Márton Támas Gémes (UVA/UNIVERSITÄT ZU KÖLN)
Fabiane Freire França - (Unespar/PPGSeD)
O presente ST propõe acolher trabalhos que abordem temas relacionados às teorias de Gênero e Literatura em seus diversos aspectos teóricos e empíricos, assim como as pesquisas desenvolvidas no âmbito da interdiscursividade. É notório afirmar que nas últimas décadas as temáticas de gênero e literatura têm sido baluarte de inúmeras reflexões, teses e debates tanto nas dimensões sociais e políticas, como nos variados processos culturais. Partindo desse eixo condutor, serão bem-vindas contribuições de natureza conceitual, perspectivas críticas e pesquisas centradas na análise das múltiplas abordagens que envolvem estas temáticas. Neste sentido, poderão estar incluídas as reflexões tanto nas diferentes abordagens de gênero, quanto na abordagem do campo literário em seus diversos aportes. Em suma, este simpósio temático é um espaço que busca estimular os estudos, debates e pesquisas sobre Gênero e Literatura que emergem a partir de processos societários demasiados humanos. Além de acolher as pesquisas que se disponham problematizar as velhas questões e diálogos im(pertinentes) desses dois campos de saberes.
Palavras-chave: Gênero; Literatura; diálogos.
ST 04 - Entre a Literatura e a História: diálogos interdisciplinares
André Eduardo Tardivo (UEM)
Ana Maria Soares Zukoski (UEM)
Vicentônio Regis do Nascimento Silva (UEL/Unespar)
A literatura configura-se como um terreno bastante fértil para a interdisciplinaridade. Um exemplo disso é a questão da metaficção historiográfica, conceito proposto por Hutcheon (1991), que o entende como a relação entre a história e a ficção enquanto gêneros que se entrelaçam na medida em que o passado é conhecido por meio de textos. Assim, o diálogo que a literatura promove com a História nos possibilita reler os fatos históricos a partir da perspectiva oprimida, isto é, a não dominante, geralmente apagada dos discursos oficiais. Na esteira deste pensamento, o presente simpósio acolhe propostas que busquem discutir as interseções entre Literatura e História considerando a pluralidade de abordagens teórico-metodológicas e perspectivas analíticas.
Palavras-chave: Literatura; História; Interdisciplinaridade.
ST 05 - Sociedade, turismo e sustentabilidade
Cleverson Molinari Mello (Unespar/ PPGSeD)
Antonio Carlos Franco (Unicentro)
Este simpósio tem como tema principal discutir as perspectivas e desafios da contemporaneidade ao considerar o desenvolvimento da sociedade através do turismo sustentável. Propõe a promoção de discussões sobre desenvolvimento perpassando pela organização e estruturação dos atores regionais com vistas à valorização das riquezas culturais, sociais e ambientais. Coloca-se como justificativa deste tema a importância do desenvolvimento, conectado à sustentabilidade, através da convivência intrínseca do homem com a natureza de forma harmoniosa. Do mesmo modo, pretende destacar a importância do (re) pensar as formas de turismo ao considerar as diversas áreas do conhecimento.
Palavras-chave: Sociedade; Turismo; Sustentabilidade.
ST 06 - Universidade empreendedora: fomentando empreendedorismo e inovação em instituições de ensino superior
Sebastião Cavalcanti Neto (Unespar)
Roselis Natalina Mazzuchetti (Unespar)
Fernando Henrique Lermen (Unespar)
A sociedade em tempos de pandemia demanda desenvolver novas soluções para manter-se sustentável de forma econômica, ambiental e social. Para isto, novas metodologias como Design Thinking, Lean Startup, Service Design, New Product Development, New Service Development e Product-Service System podem ser úteis para interessados em inovação e empreendedorismo. Com isto, este simpósio justifica-se na necessidade de criação de novos produtos, serviços, processos, softwares e aplicativos que visem solucionar problemas da sociedade e seus diferentes stakeholders a partir de instituições de ensino superior. Com isto, objetiva-se desenvolver eventos de empreendedorismo em universidade para o desenvolvimento de ofertas inovadoras e sustentáveis que entreguem valor para a sociedade. Para isto, serão empregadas metodologias de inovação e empreendedorismo, além de metodologias de pesquisa para realizar entrevistas com o consumidor e empregar métodos estatísticos, além de fomentar o desenvolvimento de patentes de cunho tecnológico. Com o desenvolvimento de ações empreendedoras, espera-se desenvolver soluções e ofertas inovadoras e sustentáveis que melhorem a vida dos diferentes atores próximos às instituições de ensino superior. Por fim, espera-se que os participantes sejam graduandos e graduados de cursos de licenciatura e bacharelado de instituições de ensino superior interessados em tópicos relacionados à inovação e empreendedorismo.
Palavras-chave: Inovação; Empreendedorismo; Instituição de Ensino Superior; Prototipagem; Comportamento do Consumidor.
ST 07 - Questões/problemas contemporâneos da/na América Latina: desafios e relações
Fred Maciel (Unespar/PPGSeD)
Roger dos Anjos de Sá (UFG)
Fernanda Feltes (Rede Municipal de Capão da Canoa-RS)
A América Latina enquanto campo de estudo tem proporcionado variedade considerável de perspectivas e interpretações, com renovadas pesquisas e recortes atuais. A partir de um viés interdisciplinar, o Simpósio Temático pretende aglutinar pesquisadores e visões de diferentes áreas do conhecimento, objetivando colocar em diálogo pesquisas que tratem de temas contemporâneos envolvendo o contexto latino-americano, perpassando por seus desafios e intersecções. Promover a conexão entre distintos olhares revela-se importante nas análises e nas construções de reflexões acerca das complexas questões e problemas da atualidade do continente, tentando ir além dos aportes mais restritos dos vários campos disciplinares. Nesse sentido, intenciona-se reunir trabalhos associados a variadas áreas que envolvam tanto temas culturais quanto sociopolíticos vinculados à região, tais como atuações de atores e movimentos sociais, pautas ambientais, perspectiva religiosa, resistências e ações, presença no espaço público, relações Estado-sociedade, práticas sociais e assuntos correlatos.
Palavras-chave: América Latina; Política; Cultura; Sociedade; Práticas Sociais.
ST 08 - Desenvolvimento territorial e governança: intercâmbio de práxis, pesquisas e experiências em países no norte e sul global
Diana Morales (Umeå University - Suécia)
Tiago Teixeira (Durham University - Reino Unido)
Aurea Andrade Viana de Andrade (Unespar/PPGSeD/CEGOT - Universidade de Coimbra)
O Simpósio tem como objetivo promover o intercâmbio de pesquisas e experiências interdisciplinares em Desenvolvimento Territorial e Governança. O evento, contará com experiências de pesquisas internacionais. Dessa forma, tem como temática o “Desenvolvimento Territorial e Governança: intercâmbio de práxis, pesquisas e experiências em países no Norte e Sul Global”. A discussão acerca do “desenvolvimento territorial” no cenário contemporâneo é primordial, especialmente porque o território tornou-se um dos métodos de atuação do Estado, dos atores e agentes na promoção de políticas e na gestão para o desenvolvimento. Portanto, faz-se importante pesquisas que compreender como tais políticas são elaboradas e impactam suas localidades. Dessa forma, os coordenadores propõem-se a apresentar seus resultados de pesquisas realizadas em três diferentes países: Colômbia, Portugal e Estados Unidos. Como tais localidades racionalizam desenvolvimento? Como políticas de desenvolvimento territorial são postas em prática? Como diferentes atores se organizam? E como suas formas de governança são estruturadas? Esses entre outros questionamentos serão discutidos no proposto simpósio.
Palavras-chave: Desenvolvimento territorial; Governança; Política; Gestão; Pesquisa.
ST 09 - Saúde, sociedade e desenvolvimento - reflexões sobre aspectos da promoção da saúde e prevenção de agravos
Carlos Alexandre Molena Fernandes (Unespar/PPGSeD)
Maria Antonia Ramos Costa (Unespar/PPGSeD)
Elen Ferraz Teston (UFMS)
Este simpósio tem como tema principal a saúde, sociedade e desenvolvimento - reflexões sobre aspectos da promoção da saúde e prevenção de agravos. A desigualdade global sinaliza a urgência em abranger os determinantes modificáveis e passíveis de intervenção a partir de Políticas Públicas intersetoriais. Destaca-se que a ciência é primordial para que possamos prevenir agravos a saúde que impactam negativamente na sociedade e no seu desenvolvimento. Coloca-se como justificativa deste tema a importância de se promover reflexões sobre a interlocução entre o desenvolvimento da sociedade na perspectiva dos determinantes sociais, explorando as questões relacionadas a saneamento, IDH, fatores econômicos, sociais entre outros que influenciam nas condições de saúde e doença e, o impacto da ciência, tecnologia e inovação neste contexto. Objetiva-se, assim, promover reflexões sobre a interlocução entre os determinantes sociais e o processo saúde-doença. Este é um fórum privilegiado para o estudo, debate e reflexão aos atores envolvidos na construção de uma sociedade melhor, portanto poderá participar profissionais da educação, da saúde e de áreas afins.
Palavras-chave: Saúde; Sociedade; Desenvolvimento; Qualidade de vida.
ST 10 - Resistência e identidade em produções artístico-literárias de minorias
Érica Fernandes Alves (UEM)
Geniane Diamante F. Ferreira (UEM)
Elizandra Fernandes Alves (Unicentro)
A resistência e a identidade são concebidas como conceitos e práticas irmãs, uma vez que é por meio da resistência que a identidade se sobressai quando os agentes hegemônicos e opressores fragmentam o sujeito na pós-modernidade. Considerando os estudos pós-coloniais que versam sobre a identidade e a resistência, como os de Hall (2006), Bhabha (1998), Ashcroft (2001), Fanon (2008), Davis (2016), hooks (2019), Vizenor (2008), dentre outros, este simpósio objetiva contemplar as discussões em torno da resistência e consequente fragmentação/(re)construção da identidade de sujeitos ditos minoritários, como os negros, os indígenas, as mulheres, as crianças e adolescentes e os da comunidade LGBTQI+. Desse modo, este simpósio abarca estudos que abordem produções artístico-literárias desses e sobre esses sujeitos em pesquisas acadêmicas, interdisciplinares ou não, na literatura, nas artes em geral, na história, na antropologia, nas ciências sociais e campos afins, demonstrando reflexão sobre como as artes são o baluarte da desconstrução da práxis da exclusão e marginalização de indivíduos que não se enquadram nos padrões impostos pelo discurso hegemônico.
Palavras-Chave: Resistência; Identidade; Minorias; Fragmentação; (Re)construção.
ST 11 - Juventudes: experiências interseccionais entre gênero e raça nas políticas públicas
Maria Madalena Gracioli (Unesp/Franca, FFCL Ituverava)
Taís Pereira de Freitas (UFTM)
Tatiana Machiavelli Carmo Souza (UFCAT)
Desde o golpe de 2016 que culminou no impeachment da presidenta Dilma Rousseff, os avanços neoultraliberais têm ampliado o esfacelamento das políticas públicas, especialmente, aquelas voltadas às juventudes. Consequência disso tem sido o agravamento e aumento dos homicídios de jovens negros, das violências contra mulheres negras, do desemprego entre jovens, da gravidez precoce, das violentas manifestações de racismo, entre outras questões sociais. Partindo da compreensão de juventude não como determinada faixa etária, mas como experiência social e historicamente construída a partir de determinantes políticos, estéticos, culturais entre outros, esse Simpósio Temático busca acolher propostas de diferentes áreas disciplinares que tenham por base experiências de pesquisa, extensão universitária e ensino que deem protagonismo à temática das juventudes em sua intersecção com gênero e raça. Ademais, almeja-se refletir e discutir as políticas públicas que se voltem ao enfrentamento e superação das desigualdades sociais, situações de segregação e discriminação social que assolam as/os jovens em diferentes contextos.
Palavras-chave: Juventudes; Gênero; Raça; Desigualdade; Políticas Públicas.
ST 12 - Pensamento social e político no Brasil, campos interconectados
Carolina Carvalho de Assumpção (Unicamp)
Kaio Felipe (UERJ)
Mateus Lôbo (UnB)
O presente ST intenta reunir trabalhos que se situam na gama de estudos interdisciplinares abrigados sob a rubrica de “Pensamento Social e Político no Brasil”. Partimos do pressuposto que tanto as pesquisas de caráter monográfico quanto as de enfoque temático realizadas nesta área estão em diálogo contínuo, tendo como produto relevantes investigações sobre o Brasil e seus desafios. O Pensamento Social e Político no Brasil revela concepções de mundo, diagnósticos e valores em disputa. Interessa-nos, pois, refletir sobre o status dito “periférico” do Brasil em suas produções, além de como o repertório das “Interpretações do Brasil” é acionado pelas instituições, práticas sociais e projetos políticos – através de marcadores como etnia, gênero, nação, raça, região e religião – para forjar imagens do “povo brasileiro”. O objetivo deste ST é ampliar as plataformas alvo das áreas de Pensamento Social e Político no Brasil. Igualmente são bem-vindas pesquisas que proponham novas abordagens dos “clássicos”, por meio de revisões críticas de autores e escolas teóricas. Encoraja-se que os trabalhos tenham uma abordagem metodológica interdisciplinar que leve em consideração as tessituras e as bases sociais dos objetos em análise.
Palavras-chave: Interpretações do Brasil; Pensamento Político; Pensamento Social; Sociologia Brasileira.
ST 13 - Direitos humanos, justiça social e interdisciplinaridade
Alexnaldo Teixeira Rodrigues (Fundação Visconde de Cairu)
Claudia Regina Vaz Torres (UNEB)
Salete Maria da Silva (UFBA)
Este ST visa reunir pesquisadores(as) e ativistas interessados(as) em refletir, debater e problematizar sobre a situação do reconhecimento, respeito, tutela e promoção dos Direitos Humanos no Brasil e no mundo, com atenção especial ao Direito à Educação e à Justiça social em relação a grupos socialmente excluídos e discriminados. É fato que os Direitos Humanos constituem um campo de estudos interdisciplinar que estabelece diálogos entre ciência, ação política, lutas sociais e pensamento crítico. Ademais, a abordagem integradora e articuladora desses campos potencializa a produção teórica e/ou a reinvenção prática em contextos de negação de direitos e de políticas regressivas. Serão aceitos trabalhos focados em quatro eixos temáticos: 1) Fundamentação e perspectiva Histórica dos Direitos Humanos; 2) Temas e Dilemas Contemporâneos em Direitos Humanos; 3) Vulnerabilidades e Violações na intersecção de gênero, raça/etnia, sexualidades, classe social e religião 4) Educação em e para os Direitos Humanos. Procura-se problematizar questões contemporâneas, considerando os aspectos sócio-histórico-culturais, estéticos, políticos e econômicos, em estreita vinculação entre saberes e fazeres científicos, comunitários e ação política social ou institucional.
Palavras-chave: Direitos Humanos; Justiça; Interdisciplinaridade; Vulnerabilidades e Violações; Ação Política.
ST 14 - Os estudos animais no Brasil e no mundo: visões inter(multi)disciplinares
Miriam Adelman (UFPR)
Andréa Barbosa Osório Sarandy (UFF)
Edi Alves de Oliveira Neto (UnB)
Estudos Animais é a denominação do campo multidisciplinar/interdisciplinar no qual se busca compreender as relações entre animais humanos e não-humanos, e que teve desenvolvimento significativo nos últimos 30 anos. A intersecção entre Ciências Naturais, Ciências Humanas e Filosofia ocorre, principalmente, pelos campos chamados Estudos Humano-Animais e Estudos Críticos Animais, os quais convergem nos questionamentos sobre antropocentrismos e intersecções dos especismos com gênero, raça e classe, entre outros. Para além de sua contribuição teórica para os Movimentos de Direitos dos Animais, bem como para a compreensão das relações interespécie, os Estudos Animais apresentam novas formas de abordar o mundo, trazendo ao centro os seres não-humanos enquanto agentes em relações ecológicas e sociais. O objetivo do simpósio é fomentar este campo, servindo como espaço de diálogo entre pesquisadore(a)s de diferentes áreas do conhecimento que busquem avançar na compreensão de relações variadas entre humanos e outros animais. Esperamos receber trabalhos dos diversos campos de conhecimento, sempre tendo em vista o próprio processo de relacionamento, seja no fazer científico, clínico, na produção de direitos, de produtos, na propaganda e consumo, na História, bem como nos aspectos simbólicos e cotidianos das múltiplas formas em que os animais não-humanos se fazem presentes em nossa sociedade.
Palavras-Chave: Estudos Animais; Estudos Multiespécies; Virada Animal; Relação Humanos-Animais; Relações interespécies.
ST 15 - Música e História: temas e abordagens transdisciplinares
André Egg (Unespar)
Icaro Bittencourt (IFC - campus São Francisco do Sul)
Nas últimas décadas, a pesquisa em Música no Brasil expandiu-se em diferentes direções, demonstrando um caráter acentuadamente transdisciplinar. Uma de suas facetas foi o desenvolvimento cada vez maior da interlocução entre os estudos históricos e a pesquisa sobre música, em diálogo de contribuição recíproca entre os campos das artes e das humanidades. Pensando em dar visibilidade às múltiplas dimensões das relações entre Música e História que estão sendo desenvolvidas na produção acadêmica atual, este simpósio temático pretende acolher pesquisas que transitem por temas e abordagens voltadas para a polissemia da relação entre obra e contexto, incluindo pesquisas em diversos tipos de fontes e acervos documentais. Entre elas, podemos citar: imprensa e crítica musical; fonogramas; material audiovisual; depoimentos ou entrevistas (publicadas ou concedidas ao pesquisador); partituras; fotografias; instrumentos musicais; entre outros materiais pesquisados em acervos públicos ou particulares. Também serão bem-vindos trabalhos que apresentem reflexões sobre a constituição e as características de acervos históricos e musicais abrigados por instituições públicas ou privadas e suas implicações para a relação entre Música e História, tanto no que se refere à pesquisa acadêmica quanto ao papel desses acervos para a constituição do patrimônio histórico e cultural da sociedade na qual está inserido.
Palavras-chave: Música; História; fontes documentais; acervos musicais.
ST 16 - Eletiva optativa de caráter universal: conteúdos complexos, multidisciplinariedade e pensamento crítico
Sandra Maria Becker Tavares (UFRJ)
Ben-Hur Monteiro Barizon (UFRJ)
Diversos métodos podem ser empregados no processo ensino-aprendizagem universitário, em especial quando se refere a áreas específicas e complexas do conhecimento científico, como é o caso de “Tecnologias” e “Estados de Violência”. Um dos caminhos que adotamos diz respeito à oferta de disciplinas eletivas optativas para cursos de graduação e que tenham caráter universal, ou seja, que podem ser realizadas por discentes de vários cursos incluindo a assessoria de Programas de Pós-Graduação. Tal estratégia permite o entrelaçamento da graduação com a pós-graduação, além de facilitar o convívio, o debate acadêmico e o exercício do pensamento crítico com transbordamento para a Pesquisa e Extensão. O aprendizado de tecnologias disruptivas (Blockchain, Internet das Coisas, Inteligência Artificial, Redes Neurais, Cidades Inteligentes, Redes de Comunicações 5G, Biotecnologia, etc) fornece novos elementos para que os alunos denominados “nativos digitais” adquiram conhecimentos fundamentais para o processo de construção de novas metodologias de ensino, mais consistentes e abrangentes, migrando de uma formação que antes se concentrava no método CHA (Competências, Habilidades e Atitudes) para uma nova forma de imersão voltada para aplicações teórico-práticas com base na tecnologia e suas interações por um método inovador com viés no seu desenvolvimento universitário.
Palavras-chave: Tecnologias Disruptivas; Conhecimento Científico; Inteligência Artificial; Internet das Coisas; Multidisciplinaridade.
ST 17 - Estudos interdisciplinares nos processos educativos e socioculturais: uma perspectiva necessária
Maria Izabel Rodrigues Tognato (Unespar/PPGSeD)
Marilda Gonçalves Dias Facci (UEM)
Desenvolver estudos acerca de fenômenos complexos sob a ótica da pesquisa interdisciplinar tem sido uma perspectiva necessária e desafiadora para os processos investigativos, envolvendo aspectos sociais e culturais oriundos de diferentes campos teóricos, considerando-se os limites das “fronteiras disciplinares” e da “(re)ligação de saberes” (ALVARENGA et al., 2011, p. 21). Nesse sentido, consideramos a relevância de diferentes dimensões sociais, que podem influenciar e/ou constituir os objetos de investigação. Para tanto, tomamos por base a Teoria Histórico-Cultural (VIGOSTSKI, 2009), a Pedagogia Histórico-Crítica (SAVIANI, 2013), a Teoria da Complexidade (MORIN, 2005, 2010), a pesquisa interdisciplinar (ALVARENGA et al., 2011; SANTOS, 2010, 2012) e a perspectiva transdisciplinar do Interacionismo Sociodiscursivo (ISD) (BRONCKART, 1997/2009). Por essas razões, esta proposta de simpósio objetiva reunir trabalhos de pesquisadores, sendo estudantes de graduação e pós-graduação, professores da educação básica, bem como pesquisadores e professores do Ensino Superior, que versem sobre estudos de diferentes áreas do conhecimento, contemplando temas que possam ser transversais e abrangentes, proporcionando diálogos interdisciplinares e o debate social. Esperamos poder contribuir para o aprofundamento de discussões interdisciplinares referentes às pesquisas concluídas ou em andamento, a fim de avançarmos nas questões relacionadas ao desenvolvimento humano, aos processos educativos e socioculturais e à formação humana.
Palavras-chave: Estudos interdisciplinares; Processos educativos; Processos socioculturais.
ST 18 - Cidadania e direitos humanos: perspectivas interdisciplinares
Cláudia Cinara Locateli (UNOESC)
Thaís Janaina Wenczenovicz (UERGS)
Refletir sobre a cidadania e os Direitos Humanos em tempos de crise torna-se necessário. Para tanto, o Simpósio pretende dialogicizar desde os olhares interdisciplinares sobre a promoção e garantia dos Direitos Humanos propugnadas na América Latina ou no Brasil incluindo o contexto artístico, histórico, cultural, econômico, social e político. Coaduna-se a proposta análise acerca da atuação de instituições interamericanas na expansão e proteção de direitos humanos, nomeadamente, a Organização dos Estados Americanos, a Declaração Americana de Direitos e Deveres do Homem, o Tribunal Interamericano de Direitos Humanos, e os diversos instrumentos interamericanos sobre direitos humanos nela se incluindo o próprio contexto histórico, cultural, económico, social e político. Temas como Educação e Direitos Humanos, diversidade(s) e Direitos Humanos em perspectivas interdisciplinares contemplam a proposta.
Palavras-chave: América Latina; cidadania; Direitos Humanos; educação; interdisciplinaridade.
ST 19 - Temática livre
Ana Paula Colavite (Unespar/PPGSeD)
Este simpósio acolhe estudos e pesquisas que permeiam abordagens interdisciplinares e que não se encaixam nos demais Simpósios Temáticos.
Palavras-chave: Interdisciplinaridade; Pesquisa; Estudos.
Inscrições